quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Desabafo!

Olá!!!!!!

E uma pergunta até que ponto é educado deixar de frequentar os lugares devido a ter alguém gripado???

Tenho me irritado um pouco com isto!!!

Livia completa na próxima semana um e dois meses e minha sobrinha 11 meses, achei que o contato com esta minha sobrinha seria bem próximo, me surpreendo quando percebo que não, ela mais do que a primeira filha de meu irmão, esta sendo criada bem distante da família paterna, mas o que me deixa bolada é que se tem alguém gripado na casa eles não vem, isto já ocorreu inúmeras vezes.

Minha gente Livia é cuidada por terceiros, sai todos os dias de casa, pega friagem, convive com muitas crianças, o organismo dela esta exposto a muitos vírus e ela tem os pego, vire e mexe esta gripadinha, com coriza, a mudança de tempo repentina também não ajuda, as baixas temperaturas que tivemos em São Paulo, então a Princesinha Livia é a catarrentinha de nossa vidas kkkkkkkkkk... Mas basta que meu irmão e a esposa saibam que Livia ou qualquer pessoa esteja gripada para eles não virem no fim de semana na casa da minha mãe. Porém se isto ocorresse uma vez no ano beleza, mas um fim de semana é um, no outro já é outra pessoa, e assim eles vão ficando sem vir, mas isto começa se tornar chato e tem me incomodado.

Gente prevenirmos, tentar evitar, é normal acredito que para todos os pais, devido a isto agasalhamos, damos as vacinas, evitamos sair de casa, etc... Mas chega um momento que é excesso de proteção?! Será? Até que ponto é ético?! Pois a mim já esta se tornando falta de educação e me irritando. Lembro de ouvir, porque o que ela esta é contagioso de maneira tão pesada. Ou será que eles estão certos e só minha filha que fica gripada, eles acertaram tanto que jamais a filha deles ficará gripada? Será que erro quando saio com a minha filha e antes não ligo para saber se tem alguém gripado?


Bom, nível blaster de irritação! Mas me aconselhem e tentem se colocar no lugar deles, pois eu estou com dificuldade.

Fotinhos... Livia passeando com o papai e  mamãe, brincando com a prima e com a bisavó em um domingo de outubro.




quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Falando de Higiene Bucal!

Olá meninas!!!

Desde que as crianças nascem somos orientadas a fazer a escovação de sua boquinha. Em casa a Livia sentia um pouco de ânsia, mas eu sempre tentei bem devagarinho, sempre com uma fraldinha de boca fininha, molhada e respeitando a vontade dela, mas é bem incomodo a crianças...

Como a Livia só apresentou os primeiros dentinhos com mais de 11 meses mantive a higiene bucal dela assim, surgindo os primeiros dentinhos a pediatra pediu que eu passe a higienizar detalhadamente ao menos duas vezes ao dia e poderia até passa-lá por um dentista se eu achasse necessario, mas se não no mercado haveria produtos próprios e com facilidade de manipulação para auxiliar na escovação bucal dos pequenos.
Fui atras, vi videos na net e adquiri uma pasta de dentes sem fluir com indicação de 0 a 3 anos, paguei R$19,90 e vem junto com a escovinha em silicone para ser encaixada no dedo do responsável para que possa efetuar a escovação, é caro, porém vai durar bastante, pois deve ser usado bem pouquinho da pasta e deve ser usada a pasta em todas as escovações, o indicado é ao menos duas escovações por dia, uma pela manhã e uma a noite, também comprei uma escova normal já para ela ir acostumando.
Achei que ela iria estranhar, pois nunca gostou de fazer a higiene bucal, mas ela tirou de letra, abre a boquinha, não tem ânsia, ajuda mordendo, coloca a linguá para que eu escove a linguinha, faço de maneira bem delicada, com calma e ela curte o momento. Minha opinião, sempre mantenha a boquinha deles higienizada e no surgimento dos primeiros dentinhos cuide muito bem deles, pois são lindos quando saudáveis.

Beijinhos deixo vocês com fotos...



 



quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Falando de leitura!!!

Olá meninas!!!

Por aqui estamos muito bem graças a Deus, São Paulo tem apresentado temperaturas estáveis e altas, que maravilha eu não via a hora do calor dar as caras. Estranhamente mesmo com o calor no domingo por volta das 21 horas Livia apresentou uma febre de 38,5º, estranhei muito, mediquei, ei banho e observei, no outro dia foi possível verificar que era um inicio de resfriado, mas não passou disso, ela não apresentou mais febre, o resfriado é bem fraquinho e ela se mostra super ativa.

Falando de leitura: como já alguns anos faço eu peço a coleção "Lei para uma criança" da campainha do Banco Itaú, sempre pedi para incentivar minha sobrinha e minha enteada, este ano tinha um motivo maior ainda para solicitar e assim fiz, a Livia já tem uma mini bibliotequinha em casa, pois eu já guardo antes dela nascer livros infantil já que eu tinha minhas sobrinhas e enteada e agora Livia herdou por tabela. Da coleção citadas a uns muito interessantes e outros nem tanto, mas a criançada ama e realmente é um grande incentivo a elas.

Adquiri inicialmente um livro para o banho, vou lendo e mostrando as ilustrações e ela tem amado. Existem muita variedade no mercado, como com quebra cabeça, alto relevo, já estive na Saraiva conhecendo alguns modelos, mas ainda não adquiri nada, para crianças tão pequenas como a Livia o bom mesmo são os de páginas duras, tenho em casa deste tipo mais ainda não apresentei a ela.
Eu ainda não leio para a Livia dormir, mas leio a ela quando tenho algo interessante nas mãos independente do que seja , livros, catálogos, etc, ela não entende muito bem, mas já me imita quando passo os dedos nas letrinhas acompanhando o andamento da leitura, já é um incentivo, na banheira ela já aponta os desenhos no livro para o banho e arrasta os dedinhos pelas palavras balbuciando algo como se estivesse lendo, enfim nos imita. Pense nesta ideia, como fazer a inserção dos filhos na leitura, eu acredito que deva ser cedo, com muito interpretação, caras e bocas e muitas vozes, um teatro.

Os deixo agora com fotinhos!!!










quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Em Aparecida...

Nossa ida a Aparecida...

Há muitos anos no meu bairro um vizinho organiza excursões para Aparecida-SP para visitarmos o Santuário de Nossa Senhora, como já relatei, sou católica de criação e devoluta de N. S. Aparecida. Minha família participa há 8 anos desta ida que sempre ocorre no inicio do mês de outubro .
Ano passado como a Livia estava com apenas um mês eu e Ma decidimos não ir, mas este ano era de enorme importância irmos apresentar a nossa Princesinha este local que nos faz tão bem.
Saímos de casa por volta da meia noite e meia e Livia acordou quando nos arrumávamos para sair, já no ônibus ela tentou dormir no colo da minha irmã e da minha mãe, mas não conseguiu, no meu colo encostou e dormiu e assim foi até às 6 horas da manhã quando descemos do ônibus, na descida fomos ao banheiro, troquei a fraldinha, nos organizamos e caminhamos para a missa das 7:30, durante a missa ela deu um cochilinho e depois acordou, fomos com ela a capela das velas onde Ma cumpriu uma promessa, depois fomos a igreja velha, passeamos nos comércios, tiramos muitas fotos, até 11 horas quando retornamos para dar a ela o almoço, ela comeu um pouquinho de sopinha salgada, comeu fruta, pão, tomou água de coco, a única coisa que ela não aceitou durante o tempo que ficamos lá foi a mamadeira de leite, tomou leite apenas no ônibus na ida e na vinda.
Após ela e nós comermos passeamos com ela no shopping onde ela escolheu uma bola para trazer para casa e uma gritarrinha barulhenta que minha irmã deu a ela rsrs**, descansamos nos bancos, na sombra das árvores, fomos ver os bondinhos, as fontes e tiramos muitas fotos. Nosso retorno estava previsto para as 15 horas, as 14:50 Livia caiu no sono, nosso retorno ocorreu com a mesma tranquila de ida, ela acordou antes de chegarmos em casa e veio tranquilamente acordada e observado a cidade!
Livia se mostrou uma criança super tranquila, calma, se saiu melhor do que eu imaginava, não teve nenhuma crise de choro, enjoos ou birras. Lá encontramos um tempo muito gostoso, nem muito quente e nem muito frio, ventava o que ajudava a dissipar a sensação de calor, este ano talvez devido à crise que enfrentamos em nosso país o Santuário estava muito vazio, nunca o vi tão vazio como este ano.
Para ter sucesso e tranquilidade fui preparada levando a Livia roupas de calor e de frio, fraldas, chupetas, paninho de boca, fraldas de pano caso houvesse necessidade, com alimentos caseiros armazenados corretamente em bolsas térmicas, Livia foi bem agasalhada afinal era madrugada e o tempo tem mudado muito ultimamente em São Paulo tento mais temperaturas baixas, muita água ofereci a ela para hidrata-la e água de coco também, além de usarmos protetor solar e chapeuzinho e mesmo quando o sol apareceu tiramos a blusa, mas a mantive protegida, já que tínhamos o vento e o ar condicionado do ônibus. Graças a Deus o corpinho dela não sentiu as mudanças de clima e temperaturas.
Enfim foi um sucesso e fiquei muito feliz de leva lá para conhecer este local que tanto admiro e por ela ter aproveitado tanto, a missa era tão especial que a que assistimos era a celebração que foi dedicada às crianças, onde recebemos livrinhos infantis e nos foi aparentado a luta contra o trabalho infantil e o respeito aos diretos da crianças, foi muito emocionante.

As deixo com fotos nossas... Beijinhos e que N. S. Aparecida abençoe a todos nós!

Pronta para sair de casa!

 Chegando em Aparecida!


 Espaço devotos mirim!

Capela das velas!

Igreja velha!

A minha vista preferida do Santuário!

Minha linda Gege, conosco!

 Familia!!!


Como minha bela mamis!





Meu grande amor!!!













Em casa banho e cama!!!


Ai não aguento com isto as 2:45, amor demais!

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Feliz dia das crianças!!!

Desejo de coração que cada criança na data de amanhã possa dar um sorriso recheado de muita alegria, aquele sorriso que deveria ocorrer todos os dias...
Desejo de coração que elas tenham paz, liberdade, direitos respeitados onde quer que estejam.
Desejo de coração que elas tenham pelo menos o dia de amanhã para poder brincar intensamente e ponto de esquecer a brutalidade que o mundo atual as impõe.
Desejo de coração que não falta a cada criança amor, carinho, atenção, respeito, um lar afetuoso e o direito de ter respeitado sua inocência.

A você minha filha Livia desejo uma infância bela, por mais violento que seja este mundo eu tenho que lhe desejar e tentar ao máximo lhe proporcionar que você possa brinca na rua descalça, tomar banho de chuva, jogar bola com os amiguinhos na rua, tomar água da manqueira da vizinha, ir ao clube de piscina publico que há no bairro, andar de patins numa rua tranquila, apostar corrida de bicicleta, ficar na rua até altas horas nas noites quentes de verão, jogar banco imobiliário com os amiguinhos na sala nas frias tardes de inverno, lhe embonecar como Princesa para aquela festa do ano, mas que você chegue em casa suada e descabelada, feliz pela diversão, viva intensamente sua infância minha filha, pois ela lhe deixará saudades e lembre-se você tem uma família capaz de lhe proporcionar uma bela infância, minha bela criança!

Feliz dia das crianças!!! Nossa Senhora Aparecida abençoe a você e toda criança.