quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Saiu o chá de bebê do Davi!

Olá meninas!!!

Em novembro relatei que minha irmã estava gravida de um menino que se chamará Davi, também disse que iriamos organizar uma chá de bebê para ela, para ajuda lá, afinal ela precisa desta ajuda.
Eu, minha prima que será madrinha do baby e minha mãe fizemos e correu tudo bem, ela ganhou bastante coisinhas e fraldas também. Mesmo com todas as dificuldade que ela tem encontrado a gestação dela corre bem e ela já esta com o enxoval do baby pronto e só falta detalhes finais do cantinho dele. Davi esta previsto para chegar na primeira quinzena de fevereiro e nossos corações estão cada tia mais preparados para recebe-lo, assim como o da vovó. Deus esta conosco e vem nos preparando!

Quer saber mais leia sobre!

O chá de bebê de Davi ocorreu em 19 de novembro!
Pedi que todos trouxe uma fralda e um presente.
Elaborei o convite com base em modelos da net, encomendei as lembrancinhas que eram as pomadinhas do Davi, a encomenda foi feita pela net e aprovei a arte, eu e minha mãe quem recheamos as bisnagas com beijinho ou doce de leite e fiz umas tag que coloque chupetinhas ou coroas penduradas agradecendo a presença.
Servimos, cozinhas, bolinhas de queijo, torna de frango, sanduíches com patê de frango, bolo de cenoura com cobertura de chocolate e bolo de coco.
Minha irmã ficou muito feliz e satisfeita.




Bom é isto meninas, agora deixo vocês para finalizar com fotos da minha Princesinha Livia!









Continuando após o sumiço...

Bora continuar...

No dia 10 o medico avaliou a Livia e orientou que ela fosse medicada diretamente na veia para o controle da reação alérgica, sendo assim ela foi medicada, porém evoluindo muito pouco a melhora esperada, sendo assim ele a avaliou novamente e decidiu que ela deveria ficar internada para controle, pois o tratamento em casa seria muito devagar e o estado dela estava muito avançado, podendo a reação alérgica avançar e atacar as vias respiratórias dela.
Como estou com um novo plano de saúde após sair da empresa o mesmo possui carência para internação, verifiquei no próprio Hospital Alvorada quanto ficava para interna lá pelo particular e recebi que aproximadamente 6 mil reais, podendo passar.
Obviamente este valor esta super acima do que podemos bancar, então a medica me deu a seguinte orientação, fique com ela aqui nas 12 horas que seu plano cobre, após as 12 horas de internação aqui no pronto socorro eu volta a avalia-lá se necessitar de internação ainda, libero vocês com todas as documentações para procurar um hospital publico.
Assim fizemos, Livia ficou 12 horas no pronto socorro tomando as medicações e após a medica avalia-lá e apontar que a internação se fazia sim necessária, nos liberou com todas as documentações necessárias e com a observação de que deveríamos sair e ir direto para um hospital publico, já que ela havia acabo de terminar a medicação e ser medicada para febre, sendo assim de lá mesmo sem paradas fomos direto para o Hospital Infantil Menino Jesus.
Lá no atendimento foi muito rápido, fizemos ficha, Livia foi para a triagem, em seguida para o medico, que a examinou, olhou toda a documentação que levei e solicitou a internação. Lá ficamos 1:30 da madrugada de domingo as 16 horas de segunda feira, onde Livia foi muito bem assistida, medicada e tratada, recebeu alta após eu mostrar todos os exames e a reação alérgica estar sobre controle, necessitou de mais cinco dias de tratamento em casa e fomos orientados a evitar alimentos com corantes, condimentos, alimentos que ela nunca havia provado anteriormente e não trocar nenhum dos produtos que ela usa de costume como shampoo, condicionador, perfumes, sabonete, etc e não passar nada na pele dela.
Por fim a equipe medica com todos os exames dela em mãos desde o inicio da febre que se deu no fim de novembro, concluiu que Livia nunca esteve com infecção urinaria e que os aspectos das manchas em seu corpo todo não parecia com sintomas de uma urticária e sim uma intoxicação provavelmente causada pelo antibiótico Bactrim, me orientaram a não dar mais a ela. Foi um grande susto que tomamos, mas por fim terminou tudo bem.

Dia 17 Livia foi a festinha da amiguinha Manu e pela primeira vez foi a cama elástica e a piscina de bolina e por sinal amou.

E dia 24 foi Natal... Passamos muito bem, todos com saúde na casa de minha mãe com uma ceia bem familiar.

Deixo vocês com fotos da minha Princesinha.

Aqui como Livia ficou com a reação alérgica, pegou o corpo inteiro. As partes claras são a cor da pele dela normal, as escuras a parte com reação, com o tempo tudo foi tomado e já não se via mais a cor dela. Após o trato a pele dela ficou bem escura e os olhos bem irritados, o medico disse que com 10 dias todos os sintomas sumiriam e com o passar dos dias sumiram.








Livia indo ao chá de bebê do priminho


Livia passando o dia na casa da vovó



Livia e árvore de natal



Livia na vovó




quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Sumiii...

Faz um tempo que não apareço por aqui... Que saudades, me desculpe pelo sumiço, mas a vidinha estava corrido.

Bora ao breve resumão, desde a ultima postagem, em 16 de novembro...
Cumpri aviso prévio até dia 21 de novembro e depois passei a ficar em casa com a minha Princesinha.

Dispensar a babá dela foi a parte mais complicada, chorei muito, porém Livia vai toda semana a casa dela passar algumas horas, matar as saudades.

Montamos nossa árvore de natal com a presença e ajuda de Livia em 07 de novembro.

A levei na empresa para as pessoas que eu gosto vê lá em 18 de novembro.Sumi da empresa sem me despedir depois do dia 21 de novembro, pois não queria despedidas, seria muito difícil e seria um pranto só kkkkk... Acho que assim foi mais fácil a mim encarar o afastamento.

Dia 24 de novembro Livia teve pediatra e estava tudo bem com 77 cm e 9 quilos.

Dia 29 de novembro Livia apresenta febre de 39 graus. A levo ao AMA e foi solicitado exames de sangue e urina, porém só seria possível colher as amostras no  dia seguinte e indicado que medique apenas para controlar a febre com dipirona. A febre permanece e a levo de madrugada ao Hospital Alvorada Moema que o convenio atende e nada é identificado e somos orientados a voltar para casa e retornar em 48 horas se a febre persistir.

Dia 30 Livia colhe as amostrar e o resultado sairia no dia seguinte no AMA, Livia não tem mais febre.

Dia 01 de dezembro recebemos os resultados que aponta para uma possível infecção urinaria e indicado que o tratamento seja feito com antibiótico Bactrim.

Dia 02 faço minha homologação e correu tudo bem.

Dia 03 Livia apresenta manchas pelo corpo, porém no dia seguinte amanhece melhor e some tudo com o passar do tempo.

Dia 05 vamos passear com o papai no shopping e ver Papai Noel, ela chorou kkkkk... Mas curtiu o passeio.

Livia segue o tratamento com o antibiótico até o dia 8 sem apresentar nenhuma reação e nem febre, até que no nono dia do tratamento que se encerraria com 10 dias, Livia amanhece na sexta feira dia 09 de dezembro com o rosto muito vermelho, quente, com o passar do tempo o corpo dela passa a ser tomados por muitas manchas vermelhas. A levo a usb do bairro e é identificado uma possível urticária causada por uma reação a algo que ela ingeriu, passamos dois tipos de medicação e vamos para casa, lá já começo o tratamento.

Dia 10 aniversário de 1 aninho de minha sobrinha, porém não pudemos estar presente, Livia amanhece pior e com febre, corro com ela para o Hospital Alvorada Moema.

Depois continuo... As deixo com fotinhos da minha Princesinha.

Montagem de nossa árvore natalina



 

 






A visita na empresa...



quarta-feira, 16 de novembro de 2016

14 Meses

Olá meninas, espero que todos estejam bem, por aqui todos nós estamos ótimos...

Ah minha pequena falante, que até então fala como um papagaio, começou a falar muito cedo, engatinha e só quer chão, interage super bem com o ambiente, é simpática e risonha, é meiga e carinhosa, a ela só faltava andar... Só faltava é passado!

Aos seus 14 meses minha princesinha começa a andar, inicialmente sendo incentivada pela papai, sempre que chegava do serviço Ma a colocava no chão e pacientemente e cuidadosamente deixava ela livre, ela caia, levantava, tentava seus passinhos, ai gente coração de mãe não aguenta não, Livia não é uma criança de chão, de colo muito menos, mas sempre estava no carrinho, na cadeirinha, no berço, obviamente talvez se tivesse ido antes para o chão houvesse andado mais cedo, porém não foi a realidade devido a friagem do chão, o tempo que tem se apresentado em São Paulo e as gripes. Foi o Ma que tomou a iniciativa de deixa lá no chão, deixar cair, levantar, cair, tentar, cair, acalmar e voltar pro chão, e ela queria sempre chão e mais chão, ficamos sentado no chão a incentivando de andar dos braços da mamãe que estava de um lado para os braços do papai que estava do outro lado, depois entraram a babá, a vovó que se sentiram mais confiante e passam a dar a ela a liberdade do chão e pronto aos 14 meses e meio posso dizer que Livia já anda mais segura, por bastante tempo, de um comodo a outro, hora cai, levanta e continua.

Minha Princesinha já vai conquistando seus passos, seus caminhos, sua liberdade de ir e vir...
Deixo com fotinhos!




Família acompanhada a irmã da Livia


Livia com a bisavó e a prima







quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Desabafando!

Olá meninas!

Tenho um assunto para falar rsrs**, eu não tenho comentado muito a respeito disso... Já disse muitas vezes que tenho uma irmã e ela é mãe de minha sobrinha mais velha o meu grande amor de menina que tem 8 anos de muita inteligencia kkkkk.
Minha irmã foi casada com o pai da Gege por 7 anos, fazem 2 anos e meio que se separaram... Após um ano desta separação minha irmã passou a se envolver com outra pessoa, isto é estão juntos a 1 ano e meio e desta relação vem vindo um fruto ai, ela esta gravida de 6 meses de um menininho que se chamará Davi, esta previsto que nasça até 07 de fevereiro, minha irmã tinha como decisão que jamais teria outro filho, mas mudou o parceiro e ela desejou uma nova gestação...
Não tenho falado muito a respeito disso e nem minha família, pois é uma grande surpresa esta gestação, não por nada, mas pelo parceiro, é uma pessoa super desestrutura, é uma relação super desestruturada, é um caso muito serio, muito serio mesmo, nem sei se tenho direito de comentar a respeito.

Desde que ela passou a relacionar-se com esta pessoa se afastou da família, deixou de frequentar nossas casas e nossas festas, vive dificuldade no relacionamento, financeira e etc.
Agora com a gravidez se aproximou novamente, vive muitas dificuldades e é duro assumir, mas a gravidez não foi comemorada pela família e não ouve uma aceitação de imediato.
Minha mãe que é mãe, que sempre aconselhou, pois a moça nunca foi fácil, segurou todas as pontas mesmo após casada, minha mãe sempre foi o pilar de minha irmã que sempre necessitou de ajudas, afinal seu ex marido tem uma profissão simples, Gege nasceu com muitos problemas de saúde, os custos eram altos e minha mãe sempre os ajudou muito e basicamente criou a neta, hoje mais que nunca Gege mora com minha mãe. Mas desta vez minha mãe não digeriu tão facilmente, não estava aceitando muitas coisas já a um tempo, são muitas cabeçadas desde a adolescência, casou melhorou e agora parece que volta a viver sua adolescência, diante desta situação minha mãe ficou imóvel, vem por ai um anjo, sem culpa de nada, que entre aspas carrega uma rejeição.

Porém cada dia uma pedrinha de gelo vai sendo quebrada, vamos presenteando com algo, ajudando com algo, falando mais sobre o assunto, perguntando como estão, ela vive um momento sensacional é uma gestação que deve ser respeitada, mas não há valor a isto, não tem brilho, a prioridade não são os filhos, ela mesma não se ajuda, não se modifica, gosta de viver como adolescente, será que os filhos terão que se adaptar a esta mãe e as rotinas dela.
Mas devagar vamos quebrando a barreira, minha mãe sendo mais receptiva, começa a comprar uns agradinhos, eu comprei a ela um macacão, um body com calça, sei que este baby não tem nada a ver e vem para uma família sem estrutura para receber, mas sei que podemos fazer a diferença a ele, espero que este misto dentro de nós se modifique quando olharmos em seus olhos, mas confesso que não tem sido fácil...

Estou organizando um chá de bebê a ela para curtir com a família, para que Davi sinta que será bem vindo, que ele jamais foi um problema, as situações e escolhas que nos aflige, logo dividirei com vocês este momento!

Confio em Deus que nosso coração esta transportando de amor por este anjo, apenas esta enclausurado diante do sofrimento que algumas pessoas nos proporcionam.

Como estamos?!

Bom dia Meninas!!!

Por aqui sumimos um pouquinho né!!!
Estava me refazendo, eu precisava me refazer, afinal tenho que contar-lhe a vocês que fui demitida. Apesar de ser algo que eu já esperava que iria acontecer em algum momento, já que há dois anos um novo sócio assumiu e muitas mudanças passaram a ocorrer na empresa, o primeiro contato com esta realidade é muito duro, chorei, fiquei chateada, mas fui muito mais forte do que fraca e para isto eu decidi encarar sozinha este momento, obviamente familiares e amigos sempre tem aquela palavra de conforto, mas eu não queria muito falar a respeito, decidi digerir a ideia sozinha... E o baque já passou. Já me refiz e quero aproveitar este fim de ano com minha Princesinha, curtir bastante cada momentinho e no próximo ano vamos a caça de novas oportunidades.

Minha Princesinha estava muito bem até o ultimo fim de semana quando pegou uma nova gripe, na terça feira ela estava bem enjoadinha, sem comer, passou a fazer tratamento com xaropinho e inalação, esta melhorando gradativamente, porém a gripe dela pegou em mim e hoje estou bem down rsrs**...

Já que fui mandada embora também estou migrando a Livia de plano de saúde, para um mais em conta, mais baratinho né.

Bom estas são as noticias por aqui, as deixo com fotinhos da minha Princesinha!